Plano Ler+Teatro

Posted: 29 de maio de 2010 by O Boss in
0

Recebi um mail da Drª Lúcia Correia que esteve presente na sessão de abertura da X Mostra e, com lincença dela, aqui transcrevo porque interessa a todos os que andam em teatro escolar e não só.

Incluí o link directo para o site num novo separador (lado direito do blog) intitulado "Vale a pena Visitar".



Caro Jorge
Envio-te o site Ler+ teatro, agora colocado online na plataforma PNL.

No Teatro Escolar vem divulgada a vossa mostra e no clube está incluído o vosso clube - Devisa.

O site tem imensos conteúdos e apela à participação em alguns itens.

Tenta abranger o básico e o secundário.

Peço-te que me indiques outras actividades vossas ou de outros Grupos que conheças para divulgação!

Na entrada Bar está a ensaiadora do teatro virtual com um endereço no facebook. Precisamos de amigos para falarem sobre teatro. La Fúria da Net convida–vos para falar de teatro das actividades, das mostras, etc.

Sessão de Apresentação

Posted: by O Boss in
5

Estava habituado, nos últimos anos de Devisa, a trabalhar com pouca gente e confesso que ter 30 inscrições num só ano excededeu todas as minhas expectativas. Será que apareceriam todos?

Vieram 26!!! Ena! E senti um arrepiozinho dos bons... Se vieram é porque querem mesmo, mas... vamos lá "esmiuçar" um pouco melhor as motivações:

- experimentar algo novo...
- conhecer novos amigos...
- fazer coisas divertidas e interessantes...
- curiosidade...
- já fiz e gostei...
- nunca fiz e gostaria de tentar...
- porque já é vício...
- vim com amigos...

Mas houve, também, outras justificações que são autênticas pérolas:
- hoje olhei-me ao espelho e decidi que sim...
- quero ter melhores notas na oralidade...
- quanto maior o sofrimento, maior é a glória...
- quero soltar a "franga" (?!#&*)...

Sinceramente, não me consigo lembrar de melhores motivos para fazer teatro, logo eu que não consigo viver sem isto.

Pequena (grande) palestra: objectivos, exigências, regras... gostei especialmente de ver as caras deles naquela parte em que lhes disse "um dos meus objectivos é fazer com a maior parte de vocês desistam para ficar com os melhores!", pausa dramática, "e o vosso objectivo é não desistir e provar que são os melhores!"

Segue-se um pequeno jogo: entrar em palco, dizer uma palavra, sair do palco.
Já é teatro? Ainda não! Há actores, há texto, há marcações... falta o mais importante: a alma na personagem, a vida no texto, a emoção na voz e nas palavras do actor, a técnica necessária para saber como isso se faz.

Finalmente, um jogo em conjunto onde puderam experimentar o que tínhamos estado a falar. Começou a diversão.

Perguntei, no fim da sessão, quem vai desistir: "Ninguém!"
Tenho confiança neles. Temos Devisa para o ano! Objectivo atingido.

Sejam muito bem-vindos ao Teatro.

Apresentação do Workshop

Posted: 27 de maio de 2010 by O Boss in
3

- Ora bem!
- Vamos a isto!


- Dia: 28 de Maio. 20h30. Porta da Escola
- Nº de Inscrições (contando com os 12 de "passaram de ano"): 30!


- Será que vão aparecer TODOS??
- Ahhh, não sei. Talvez alguns lhes falte a coragem, outros fiquem mal-dispostos com os nervos e outros, afinal, pensaram melhor e se tivessem a ficha de inscrição de volta, te-la-iam desfeito em pedacinhos tão minúsculos que nem passaria por lixo.


- E... será que vão aparecer a horas?
- Ah, claro! A porta do Ginásio 1 vai ser fechada, pontualmente, às 21h00m01s. A partir daí, é o degredo para quem  vier atrasado. Os bons hábitos adquirem-se logo de início.


- Um pouquinho rigoroso... não!
- Não. É teatro! Quando alguém chega atrasado a um espectáculo, interrompe os actores, o público, o trabalho, a concentração... se não conseguem estar a horas, fiquem a ver telenovelas.


- E será que virão preparados para trabalhar em oficina?
- Digamos que se aparecer alguém vestidinho e calçadinho para ir à Disco depois do teatro, não só vai ficar muito desconfortável, como também vai perder a compostura e ter de ir a casa trocar de roupa e retocar a maquilhagem para poder passar pelo segurança que está à porta.


- Levarão água?
- Se levarem cerveja... não entram.


- E gostarão do workshop?
- É a sessão de Apresentação. A sessão zero do workshop. Vamos conhecer toda gente, vamos falar um pouco sobre como vai decorrer a oficina e depois vamos "jogar" aos actores e fazer algumas experiências com... depois se verá.


- Ansioso?
- Talvez menos do que eles e talvez mais do que o costume. Afinal, vou conhecer o Teatro Devisa do próximo ano lectivo.


- E eles?
- Eles podem depois fazer um comentário neste blog.

Duração do Workshop

Posted: 20 de maio de 2010 by O Boss in
1

Numa 1ª fase, o workshop irá decorrer todas as 6as-feiras (início no dia 4 de Junho), entre as 21h e as 23h45, no Gin.1, até ao final de todas as aulas. A partir daí, começa a 2ª fase durante a qual vamos combinando em conjunto as datas e horas das sessões seguintes, fazendo os possíveis para que todos possam estar presentes. No caso de alguém não poder (ou querer) estar disponível, as sessões vão realizar-se na data e no horário em que houver mais gente a participar. Nesta fase, o trabalho irá prolongar-se até que nós o queiramos mas... terminará, no máximo, a 16 de Julho. 

Novas Inscrições e Workshop de Teatro

Posted: 18 de maio de 2010 by O Boss in
7

E pronto... acabou-se uma temporada, está na altura de preparar a próxima. Estão oficialmente abertas as 


Inscrições no Teatro Devisa para o ano lectivo 2010/2011.


Os interessados podem preencher (com letra legível) a ficha disponível na Biblioteca da Escola e serão contactados logo que a entreguem.
Outras possibilidades: podem inscreverem-se a partir deste Blog (através de um "Comentário" a esta mensagem), enviar um mail para devisa.teatro@gmail.com, ou aceder ao Site do Teatro Devisa (basta clicar no logotipo acima e depois abrir a página "Contacto"); apenas terão de deixar o vosso nome, ano, turma, telemóvel e endereço electrónico.


Dia 4 de  Junho, terá início um Workshop de Teatro destinado à preparação da peça que irá ser apresentada no próximo ano. Portanto, não se distraiam... 


e encontramo-nos no palco!

As Fotos do Jantar

Posted: 12 de maio de 2010 by O Boss in
0

O desafio foi fazer uma jantarada dos Devisa (incluindo traje de gala...) !?
O resultado pede ser consultado em:

http://picasaweb.google.pt/109499734255001985619/JantarDevisa?feat=directlink

Esperam-se comentários...

Apocalipse - Final

Posted: 4 de maio de 2010 by O Boss in
2



E depois de termos sido tão bem recebidos em Arzua, é a nossa vez de retribuir... com um outro aliciante: 
vamos repor a peça no dia 17 de Maio, aproveitando não apenas a visita dos nossos amigos galegos, mas também a comemoração do dia da ES Rocha Peixoto e os nossos 10 anos.


No Auditório da Rocha, pelas 22h00

Intercâmbio com o IES de Arzua

Posted: 1 de maio de 2010 by O Boss in
1

O melhor será publicar o que os outros disseram de nós; recebi este mail do Brais, o encenador do Teatro Escolar de Arzua e não resisto a publicá-lo (mesmo sem a sua autorização).




Jorge chegou a Arzúa e viron as instalacións do Instituto e xogaron desportos e log de xantar se xuntaron Brais e Cesáreo coa chave, e Arzúa abaixo, de leste a oeste, coma peregrinos, acolléronse os DEVISA da Póvoa na Casa da Cultura.

A “Apocalipse” estreada na Póvoa de Varzim tiña un espazo escénico de 20 metros de ancho e duración de 1 hora. Para a nosa caixiña de 5m, Jorge adapta unha “Apocalipsiña” de 30 minutos cun eficaz xogo de luces (que substitúe as diferentes alturas e tarimas da peza orixinal).

Ás 4 entraron os DEVISA, instalaron e fixeron pase de luces, ás 5 e media chegaron os da ÁNXEL CASAL e fixeron por primeira vez na súa historia un ensaio para un técnico de luces. Ás 6 e media a terceira idade arzuá abría a porta da Sala reclamando asento. Ás 7 menos cuarto a Coral con madeira e vento iniciaba o festival, cunha viaxe polo repertorio coral galego e visita ao portugués. Logo dunha pausa para ir ao baño, unha historia do pai do teatro portugués, Gil Vicente, traída ao día de hoxe polos alumnos da Escola “Rocha Peixoto” da Póvoa de Varzim.

Sen máis dilación, logo dos alumnos saltaron ao palco os profesores, cunha sorprendente coral que deixou a sala chea de alegres cucarachas. E acto seguido “Portugaliça?” a historia de Galicia e Portugal, creación colectiva da rapazada da Aula de Teatro Municipal de Arzúa, estreada o Catorce de Abril na X Mostra de Teatro da Póvoa de Varzim.

Logo de música galega e de teatro en portugués e de música portuguesa e de teatro en galego... como rematar esta festa?
Pois com alegria sim, nom com tristeça: con quen fixo xa música en Portugal, vive en Arzúa e naceu en Angola: Alberto Mvundi.
(Segunda pausa para ir ao baño, entre tanto a familia Mvundi se apousenta no escenario.

Carlos xoga coas luces, Alberto súa, Marga fai as segundas voces e Gael no medio do escenario leva o ritmo e colleita a meirande ovación da xornada. A sala canta. A rapazada baila. Aleghría! É primavera en Arzúa.
Non sendo a Ghrila, que lle casa o fillo, a plana maior das Nenas Grandes de Arzúa estaba na platea con non poucas amigas, mestres e alumnos do IES de Arzúa e da “Rocha Peixoto” e de Música da Casa da Cultura.

O 29 de Abril do 010


A todos e todas cantos dalgún xeito estiveron aí...
        dúas mil graciñas
               foi muito fixe!
                      e foi algo que creamos entre tod@s

         (sexa transmitido este agradecemento a todos cant@s o merecen!


--
Brais Falcón Xanbobela